Carlos Brito  
Cristina Norton  
Abertura de concurso literário -
Grande Prémio de Crónica e
Dispersos Literários APE/C.M. de
Loulé  
Prémio Nobel da Literatura para Kazuo Ishiguro (2017)
GRANDE PRÉMIO DE ROMANCE E NOVELA APE/DGLAB - 2017

ABERTURA DE CONCURSO - REGULAMENTO

1. - O Grande Prémio de Romance e Novela da APE, instituído, em 1982, por proposta da Comissão Executiva do II Congresso dos Escritores Portugueses, é patrocinado por diversas entidades, públicas e privadas, destinando-se a galardoar, anualmente, um livro de carácter romanesco ou novelístico, em português e de autor português, cuja 1.ª edição seja publicada, em Portugal, no ano anterior ao da sua entrega.

2. - É mantido, em 2018, o valor pecuniário de 15.000 euros do Grande Prémio, que não poderá ser atribuído a obra póstuma.

3. - A APE divulgará o presente Regulamento através do seu site, dos órgãos de comunicação social, do Ministério da Cultura, das Associações de Editores e Livreiros e da Sociedade Portuguesa de Autores, no sentido de que, de cada livro editado em 2017, lhe sejam enviados, pelos meios correntes e até 16 de Março de 2018, sete exemplares, destinados aos membros do Júri e à biblioteca. Nada impede, porém, que a obra galardoada não tenha sido, eventualmente, recebida.

4. - A Direcção da APE designará os cinco membros do Júri, do qual não farão parte escritores ou editores com obras a concurso.

5. - O Júri, de ano para ano, será renovado em pelo menos 3/5 da sua composição, não podendo qualquer dos seus membros participar nele mais de dois anos seguidos.

6. - Disporá o Júri de trinta dias para deliberar, reunindo, nesse período de tempo, sempre que o achar conveniente.

¶ 1.º. - A sua deliberação será tomada por unanimidade ou maioria simples, excluindo-se a posição de abstenção, no quadro de uma impossibilidade de atribuição ex aequo do Grande Prémio, bem como da consignação de menções honrosas.

¶ 2.º. - Tomada a deliberação, de que não cabe recurso, o Júri lavrará uma circunstanciada acta final, que, em anexo, conterá as declarações individuais de voto dos seus membros, podendo eles, se assim o entenderem, não atribuir o Grande Prémio, por nenhuma das obras a concurso o justificar.

7. - O coordenador do Grande Prémio, membro da Direcção da APE, prestará, nas sessões que vierem a realizar-se, todo o apoio necessário ao funcionamento do Júri.

8. - Far-se-á o anúncio da obra premiada logo após a deliberação do Júri, dando-se mais tarde a conhecer, em momento oportuno e pelos meios considerados idóneos, os fundamentos da opção deste, designadamente, através da divulgação das declarações individuais de voto.

9. - A entrega do Grande Prémio ao autor galardoado ocorrerá numa cerimónia pública, a definir na altura adequada.

10. - As edições subsequentes da obra premiada deverão referenciar, em lugar destacado do volume, o Grande Prémio e as entidades suas patrocinadoras, bem como, na cinta, se o editor a tiver por conveniente: Grande Prémio de Romance e Novela APE/DGLAB - 2017.
(1921-2018)
A Associação Portuguesa de Escritores evoca Natália Nunes, com profundo apreço e saudade, lembrando a sua obra de admirável narradora e ensaísta bem como, entre as suas acções de cidadã empenhada, tudo quanto fez, nas horas difíceis, para que esta Casa nascesse e se consolidasse.

A Direcção
Desenvolvido por: Joaquim Trindade
© 2010 - 2017, APE - Associação Portuguesa de Escritores